Síndico Profissional: Saiba tudo sobre essa profissão


No Brasil, muitas pessoas optam morar em condomínios por diversos fatores, principalmente em cidades grandes. Em São Paulo, por exemplo, uma em cada três pessoas vive em condomínio.

Para administrar o local, é obrigatória a função de um síndico, seja ele profissional ou armador.

Hoje vamos falar, portanto, sobre o síndico profissional. Uma profissão que cresce cada vez mais em nosso país, porém muitas pessoas ainda têm dúvidas.

A fim de cessá-las, trouxemos uma matéria para você entender mais sobre esse assunto.

Então, continue a leitura e saiba mais!

1 – Afinal, o que é um síndico profissional?

Muitos já sabem o que é um síndico. Na maioria das vezes, é um morador do próprio condomínio que assume esse cargo. Pela lei brasileira, o síndico não precisa necessariamente, ser um morador do local. Apenas cumprir suas obrigações.

O profissional é uma pessoa que não mora no condomínio. Por outro lado, recebeu um treinamento próprio para exercer essa função, da forma correta. Ele possui todo o conhecimento jurídico, técnico, pessoal, financeiro, entre outros.

2 – Qual é a função do síndico profissional?

O síndico profissional é contratado para realizar todos os deveres do cargo. Mas, por não ser morador do condomínio, ele não precisa estar sempre presente no local.

Geralmente, uma visita por semana já é o suficiente. Nesse dia, o síndico deve alinhar o trabalho com a equipe do condomínio, verificar as dependências do local e atender os moradores.

Por conta dessa flexibilidade e dos trabalhos serem de maioria remota, o mesmo síndico pode cuidar de mais de um condomínio. De fato, essa é uma das vantagens do profissional, que pode montar sua própria agenda.

Algumas de suas funções são:

  • Administrar o condomínio em geral;
  • Cuidar do caixa;
  • Escutar e analisar as propostas e reclamações dos moradores;
  • Cuidar das reformas e obras do local;
  • Cuidar de toda a parte jurídica;
  • Convocar as reuniões de condomínio, a todos os moradores;
  • Coordenar os funcionários e suas obrigações;
  • Cuidar das áreas comuns do condomínio;
  • Estar sempre pronto para atender os moradores e suas necessidades.

Essa profissão requer bastante dedicação, para manter o bem-estar do condomínio.

3 – O que é preciso para exercer essa profissão?

Qualquer pessoa pode se tornar um síndico profissional. Mas, se você tiver algumas habilidades específicas, terá mais facilidade. Para exercer essa profissão, portanto, é recomendado ter boa inteligência emocional, para lidar com os problemas diários, bem como, conhecimento nas áreas de administração, jurisdição, gestão de pessoas, entre outras.

Além disso, uma boa comunicação e disciplina são fundamentais. Caso você não possua essas habilidades, não se preocupe. Existem cursos específicos para se tornar um bom síndico.

Pela lei brasileira, não é obrigatório ter uma certificação de algum curso para cumprir o cargo. Porém, o curso agrega muito conhecimento, além de passar mais credibilidade para o mercado e para os moradores. Ainda assim, a experiência de trabalho também conta bastante.

4 – Quanto ganha um síndico profissional?

Não existe um valor fixo para esse trabalho. O salário é definido por meio de um acordo entre o síndico e o condomínio. Pelo fato da profissão não ser regulamentada, não possui um piso ou teto salarial.

O valor varia de acordo com o número de moradores do condomínio, quantidade de visitas ao local, quantidade de áreas comuns, número de funcionários e taxa mensal dos moradores.

Em média, um síndico profissional ganha algo em torno de R$1.500 à R$4.000 mensais. Lembrando que, esse valor é para um condomínio. Mas, o síndico pode trabalhar em outros em simultâneo, podendo receber mais. Sua jornada de trabalho também vária de acordo com o local, não precisa ser 8 horas especificamente.

5 – Qual a sua importância?

O síndico profissional tem grande importância. Muitos condomínios têm dificuldade em achar algum morador para esse cargo. Muitas vezes, pela falta de tempo dos condôminos.

Por isso, um síndico contratado supre essa necessidade. Ele dedica seu tempo especialmente para essa função, além de ser mais preparado.

Outro ponto importante é que uma pessoa de fora, não possui vínculo direto com os demais moradores. Então, em suas decisões, pensará mais racionalmente do que emocionalmente.

6 – Por que contratar um síndico profissional?

Pelos motivos citados anteriormente, podemos ver que a contratação de um síndico profissional é uma boa opção. Agora, vamos mostrar algumas outras:

Profissional qualificado

O dia-a-dia de um condomínio é bastante complexo, muitas questões precisam ser resolvidas. Um profissional qualificado estará preparado e com tempo para resolver qualquer problema.

Assim, os moradores também poderão ficar mais tranquilos, sabendo que uma pessoa qualificada estará à sua disposição.

Maior disponibilidade

Quando o síndico é um morador do condomínio, geralmente possui outro trabalho. Logo, não estará disponível o tempo todo, para as necessidades do local.

Por outro lado, um síndico profissional possui somente esse trabalho. Assim, estará disponível na maioria do tempo para qualquer necessidade que aparecer.

Networking

Por ser um profissional do ramo, o síndico profissional conhece muitas pessoas do meio. Por isso, se algum problema surgir, logo saberá onde e com quem arrumar a solução.

Os problemas serão resolvidos com mais rapidez e eficácia.

Conflitos pessoais

Em um condomínio, é normal haver conflitos e discussões entre os moradores. Nem todos possuem as mesmas opiniões e ideias.

O síndico profissional, por conta do seu treinamento e experiência, saberá como gerenciar esses conflitos. Assim, o bem-estar do ambiente se manterá e o condomínio se tornará um melhor lugar para se viver.

Transparência com os moradores

Uma das principais qualidades de um síndico profissional, é a transparência. Os moradores sempre ficam cientes do orçamento do condomínio, gastos e prejuízos.

Portanto, uma gestão como essa passa mais confiança e segurança para todos, sabendo onde seu dinheiro está sendo gasto e se está sendo benéfico.

Gestão consciente

O síndico profissional, por conta do seu treinamento, terá uma visão mais ampla do condomínio. Certamente, você tomará as decisões a partir do planejamento.

Ele saberá quais são as necessidades principais do local e suas necessidades. Sendo assim, evitará gastos necessários e tempo de espera.

7 – Profissão do futuro

Todos nós sabemos que, com a crescente da população, as cidades vem crescendo cada vez mais. É uma tendência a urbanização crescer para cima, ou seja, a construção de mais edifícios do que casas térreas.

Com isso, a necessidade de síndicos para gerenciar esses condomínios também aumentará. Então, para você que é visionário, ai vai uma boa dica.

Sendo assim, estude se o seu condomínio necessita de um síndico profissional, compartilhe essa matéria com os demais moradores e decidam juntos.

Para você que está com a intensão de exercer essa profissão, procure por cursos e sempre estude o mercado.

Então, agora que você já sabe mais sobre esse assunto, saiba mais sobre as vantagens da modernização de elevadores!

Posts Relacionados:

contrate-a-empresa-certa-para-conservação-dos-elevadores Elevadores

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE ELEVADORES: APRENDA A IDENTIFICAR A MELHOR PROPOSTA

Ler artigo
Síndico Profissional Informativos

Síndico Profissional: Saiba tudo sobre essa profissão

Ler artigo
o que é dps Elevadores

DPS: Saiba tudo sobre os Dispositivos de Proteção contra Surtos

Ler artigo

Compartilhar: