Descubra os cuidados necessários para transportar animais no elevador

Veja dicas para evitar desgastes desnecessários no condomínio

Os animais são excelentes companheiros e passeiam com seus donos em diversos lugares. Por isso, no texto de hoje iremos falar sobre quais cuidados devem ser tomados em relação ao transporte de animais no elevador.

Primeiramente, para evitar conflitos a dica é ter bom senso e pensar que o condomínio é um ambiente compartilhado. Além disso, é importante ter em mente que cuidar da higiene do seu pet é algo primordial não apenas em um prédio, mas em todos os locais e momentos.

No entanto, existem alguns cuidados essenciais que os donos devem ter com seus animais no elevador. Confira alguns deles:

Embarque e desembarque de animais no elevador

Ao entrar e sair do elevador, é preciso muita atenção com o transporte de animais. A dica é manter o pet bem próximo ao seu corpo. Muitas vezes, a coleira não é identificada pelo sensor do elevador, podendo causar acidentes.  Então, uma boa dica é investir naquelas bolsas ou caixas de transporte específicas para cães e gatos.

Limpeza

Sempre ande com itens de higiene, pois os animais no elevador podem acabar causando certos problemas, que não podem ser controlados, como fazerem suas necessidades na cabina, por exemplo. Neste caso, o recomendado é limpar o local para evitar que ocorra desconforto com os demais passageiros e algum dano no sistema, por conta do líquido da urina.

Animais no elevador

Pane na cabina 

Se você ficar preso com o seu pet na cabina, tente manter a calma. Caso isso aconteça, os responsáveis técnicos do equipamento ou profissionais do Corpo de Bombeiros irão resgatar vocês com conforto e segurança.

Regime interno 

Sem dúvida, cada condomínio tem o seu regulamento próprio e suas regras específicas. Informe-se e siga normas que incluem uso da focinheira e outros pedidos para manter o transporte dos animais no elevador como uma ação simples e sem desgastes.

Curiosidade

De acordo com uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, cães e gatos são uma paixão nacional e de cada 100 lares, 36 possuem pelo menos um dos dois animaizinhos. O levantamento concluiu ainda que a presença deles supera a de crianças de até 12 anos. Dessa forma, no total são aproximadamente 52,2 milhões de cachorros e 22,1 milhões de felinos no país. Os números fazem com que o Brasil ocupe a 4ª colocação no ranking de maior população de animais de estimação no mundo.

 

Continue acessando o nosso blog para ler mais matérias sobre elevadores. Caso queira mais informações sobre a nossa empresa e os serviços que oferecemos, fale agora mesmo com a nossa equipe!