Conheça componentes essenciais para o funcionamento do elevador

Veja mais sobre elementos fundamentais para o transporte vertical de pessoas

O número de elevadores e pessoas que o utilizam ao redor do mundo é exorbitante. Sem dúvidas um dos meios de transporte mais importantes de todos, ele também é o mais seguro. Isso porque, mesmo com um elevado número de viagens diárias, pouquíssimos acidentes são registrados.
Graças aos avanços tecnológicos constantes e recentes, além das manutenções adequadas, os elevadores são capazes de facilitar as nossas vidas e nos poupar de subir e descer escadas.
No entanto, temos acesso apenas às cabinas do elevador. Ou seja, vemos somente uma parte de todo o mecanismo, apenas a parte que se movimenta.
Mas você já se perguntou quais são as peças essenciais para o funcionamento do elevador? Conheça hoje alguns dos componentes que nos permitem subir e descer diversos andares de forma prática e confortável.

Pesadores de Carga

São equipamentos compostos por 3 dispositivos: O controlador (eletrônico), célula de carga (eletromecânico) e o display/indicador (eletrônico). Como o nome diz, estes dispositivos são úteis no monitoramento da carga na cabine do elevador. Ele pode impedir o seu movimento de acordo com os limites predefinidos de alarme no controlador.
Em alguns países, como nos EUA e na Europa, estes dispositivos são obrigatórios. No entanto, no Brasil a norma apenas orienta a instalação destes dispositivos, não tornando-os obrigatórios. Confira o que diz a norma:

NORMA ABNT NBR 15597 Subseção 5.14.5.

5.14.5. Controle de carga

5.14.5.1 Para evitar o risco de sobrecarga na cabine, é recomendado que seja instalado um dispositivo de monitoramento de carga de acordo com o seguinte:

a) Os passageiros devem ser avisados com um sinal audível e visível dentro da cabine;
b) A porta da cabine deve ser mantida completamente aberta.

5.14.5.2 Embora esta exigência ainda não conste na ABNT NM 207: 1999, recomenda-se uma análise de risco para estabelecer a necessidade da instalação deste dispositivo.

A presença dos pesadores é muito importante para o funcionamento do elevador. Isso porque, mesmo com os informativos do limite de carga do equipamento, condôminos e prestadores de serviço podem acabar excedendo-o. Desse modo, os pesadores são grandes aliados no combate a acidentes.

Entre suas principais vantagens estão: evitar com o que o elevador trabalhe acima das condições, preservação dos demais componentes e evitar com que passageiros fiquem preso nas cabinas.

Freio da máquina de tração

O conjunto de freio da máquina de tração é, sem dúvidas, um dos principais itens de segurança de um elevador.
Ele é composto de magneto de freio com bobina(s) e algumas partes mecânicas. São estes os componentes responsáveis pela abertura do freio, permitindo o movimento do elevador.
Quando a(s) bobina(s) do magneto do freio param de receber alimentação elétrica, as molas dos tirantes devem fazer pressão através das lonas coladas nas sapatas de freio, contra o acoplamento de freio, que liga o conjunto redutor e o motor.
É essa a ação que permite sendo essa a ação autônoma que segura o elevador e sua carga em ambos os sentidos de direção.

A norma 15597 recomenda que este sistema esteja duplicado no equipamento, com o intuito de promover um melhor funcionamento do elevador e de sua segurança.

No entanto, muitos elevadores foram fabricados e instalados com base nas normas técnicas ABNT NB 30 e ABNT NBR 7192 Ultrapassadas, elas foram canceladas e substituídas pela ABNT NBR NM 207. Ou seja, estes elevadores possuem os níveis de seguranças adequados à sua época, enquanto. Atualmente, este nível é inferior aos níveis recomendados nas novas normas.

Alguns elevadores não possuem o freio da máquina de tração. Portanto, a norma 15597 recomenda em seu item “5.12.1 Freio eletromecânico”: que:

“O freio eletromecânico deve estar de acordo com 12.4.2 da ABNT NBR NM 207, que diz que todos os componentes mecânicos do freio que tomam parte na ação de freada no tambor ou disco devem ser instalados em duplicata.”

funcionamento do elevador

Inversor ou conversor

Como já dissemos anteriormente, a tecnologia vem avançando constantemente, e os elevadores acompanham essa evolução.
Dentre essas tecnologias, está presente um conjunto chamado inversor, aplicado para os controles em “Corrente Alternada”, e também o conversor, aplicado para os controles em “Corrente Contínua”.

Esse conjunto tem o objetivo de controlar o funcionamento do motor da máquina de tração, desde a partida até o momento da frenagem. Além disso, ele também é responsável pela redução no consumo de energia elétrica de até 40%.

A Crel Elevadores

Com quase 40 anos de experiência no mercado dos elevadores, a Crel é especialista em manutenções e conta com técnicos extremamente capacitados.
Com o intuito de melhorar a qualidade, conforto e segurança de todos os seus clientes, a Crel trabalha com agilidade e eficiência, se utilizando da tecnologia como solução.

Sempre em dia com tudo o que é exigido pelas normas e leis do segmento, a Crel Elevadores trabalha de forma idônea para garantir o funcionamento do elevador de edifícios comerciais e residenciais.

Para conhecer mais sobre a Crel, acesse o nosso site agora mesmo!