Conheça 5 responsabilidades do síndico com o elevador

Veja como o profissional ajuda nos cuidados com o equipamento

Sem dúvida, existem muitas responsabilidades do síndico com o elevador. Afinal, trata-se do equipamento de uso comum mais utilizado em prédios e condomínios e para evitar falhas é preciso ter cuidados especiais.  Para te explicar um pouco mais sobre o assunto, separamos 5 funções do síndico ao longo do texto. Confira a seguir:

1 – Contratação  

Primeiramente, quando falamos sobre responsabilidades do síndico, uma das tarefas que merecem destaque é a contratação das pessoas que cuidarão do equipamento. No entanto, antes de contratar, o profissional precisa pesquisar por empresas confiáveis e regularizadas.  Da mesma forma, ele precisa identificar profissionais que possam realizar a sua higienização.

2 – Normas e leis

De fato, é fundamental que o administrador esteja sempre bem informado e atento com as legislações referentes aos elevadores. Desse modo, é necessário também seguir normas e regulamentações municipais. Além disso, é preciso expor o relatório de inspeção anual e todas as mudanças programada em quadros de aviso.

responsabilidades do síndico com o elevador

3 – Cuidados básicos

Conforme já citamos, existem muitas responsabilidades do síndico com o elevador. Ou seja, isso envolve desde regras mais formais até cuidados diários que devem ser mantidos. Por exemplo, é dever do profissional assegurar que a casa de máquinas esteja limpa e sempre fechada. Do mesmo modo, o acesso ao local deve ser restrito aos técnicos de manutenção ou ao Corpo de Bombeiros.

Além disso, ele também precisa garantir que a limpeza do elevador esteja em dia. Por isso, ele analisa a higienização de vidros e espelhos, botões, luminárias, soleiras e aço inoxidável, assim como verifica eventuais imprevistos como falhas e infiltrações, por exemplo.

4 – Manutenções

Também é atribuição do síndico assegurar que o condomínio possua pessoas treinadas para agir em situações de emergência. Portanto, é sua função manter um contrato regular com uma empresa de manutenção de elevadores e ter todos os registros do segmento em dia. Dessa maneira, entre as responsabilidades do síndico está a aprovação dos serviços de reparos e de substituição de peças.

5 – Orientações

Por fim, uma das maiores funções e responsabilidades do síndico é a de orientar moradores e passageiros sobre as condutas adequadas no elevador. Por isso, o recomendado é que ele comunique alterações e normas, além de sempre sinalizar riscos e manter as placas de identificação com as informações necessárias e visíveis na cabina.

Gostou do nosso texto? Se você é síndico ou se interessa em assuntos sobre elevadores e suas manutenções, que tal acessar uma página com conteúdos exclusivos?

Em nosso site disponibilizamos uma série de materiais sobre o equipamento. Para conferir basta clicar aqui!